“Adoração é uma arma espiritual”, diz cantora do Hillsong.

taya-smith

Provavelmente todo evangélico que esteve em um culto na última década cantou alguma versão de músicas do ministério Hillsong, da Austrália. A voz mais conhecida atualmente é de Taya Smith, vocal principal da Hillsong UNITED.

Em um vídeo divulgado recentemente, ela falou um pouco sobre a busca pelo sucesso, algo que ela nega. “Adoração é uma arma espiritual”, afirmou Smith. “Quando você dá às pessoas as palavras certas, numa canção, ela funciona quase como uma espada. Nossas letras são baseadas na Bíblia e a Bíblia é a verdade… Então na adoração usamos palavras que funcionam como uma arma pra limpar meus pensamentos”, explica.
A canção mais popular do grupo é Oceans – regravada em português por Ana Nóbrega. Mas Taya diz que o louvor sempre foi a maneira que ela usou para lidar com situações difíceis em sua vida.

Lembrou ainda de momentos quando foi acusada de cantar músicas que lhe renderam fama e dinheiro. Para a vocalista, isso nunca foi importante: “Adoração é sobre ser sincero diante de Deus”, rebate.

“Nós fomos chamados para sermos adoradores em espírito e verdade e precisamos ser verdadeiros”, lembra, acrescentando que muitas vezes isso é difícil. A cantora admite que por vezes é confrontada pelas “partes feias se sua vida, incluindo dúvidas, maus pensamentos e sentimentos”. Mesmo assim, ela continua em frente.
“Experimentei a bondade de Deus nos momentos em que teria sido mais fácil me afastar”, mas ao invés de sentir-se desencorajada em liderar a adoração, ela acredita que esses momentos a fizeram “prosseguir, buscar as coisas de Deus e Ele colocou as palavras na minha boca quando eu precisava acreditar”

Assista a entrevista: